Resenha: Super Desapegada, de Jaqueline de Marco

“Permitir se apaixonar era a ação mais arriscada do ser humano. Algo que provoca imensos momentos de felicidade por motivos simples, um sorriso, um olhar, um elogio perdido em uma frase qualquer. Mas, por outro lado, um amor não correspondido podia gerar uma dor quase física, que tomava seu ar e escurecia não somente seus dias, mas apagava sua visão do futuro.”

O que você faria se fosse apaixonada pela mesma pessoa durante 15 anos e soubesse, de repente, que o amor da sua vida vai se casar com outra?

Fazia um bom tempo que um romance não me fisgava desse jeito e precisei vir aqui contar pra vocês o porquê de ter gostado tanto desse livro! ❤ “Super Desapegada” é um livro nacional escrito pela autora Jaqueline de Marco e publicado pela Editora Draco (2015, 220 páginas). O li em parceria com a editora (eles me disponibilizaram o e-book) e fiquei MUITO feliz de encontrar nacionais de ótima qualidade publicados por ela! Pra quem ainda tem preconceito com autores brasileiros, sugiro que dê uma chance a esse querido, porque vale a pena!

super desapegada livro.jpg

Bem, o livro conta a história de Raquel, que faz o maior sucesso na internet. Seu blog, o Super Desapegada, motiva mulheres a se valorizarem e prega a autoestima sem a presença constante e essencial de um companheiro. Mas fora da web, Raquel não é tão descolada assim… Ela sempre teve um amor platônico por seu melhor amigo de infância, Alan. Mas, no aniversário de 30 anos de Raquel, ela descobre que ele está noivo de Bianca, a irmã caçula de seu rival nos tempos de escola, Eric. Para conseguir acabar com o casamento e conquistar de vez seu grande amor, Raquel precisa se aliar ao sarcástico Eric, mas logo ela começa a perceber que a união pode render muito mais do que ela imaginava e a aprender que para praticar o tão estimado desapego é preciso abrir seu coração para novas experiências… E, quem sabe, para um novo amor.

Quando Raquel era criança, tinha um enorme grupo de amigos, mas os melhores eram Alan e Eric. Só que Eric vivia perturbando a menina e, durante sua festa de 15 anos, quase estraga tudo derrubando bolo em seu belo vestido. Esse episódio foi o causador do momento mais sublime entre ela e Alan, e onde ela percebeu que ele era o homem da sua vida. A partir daí, Raquel passa a alimentar esse amor por 15 anos! Sim, 15 ANOS!

“Tudo era mais difícil com ele, mas, mesmo assim, parecia mais certo de alguma forma.”

Ao decidir finalmente contar para o amigo sobre sua paixão, ele aparece com a perfeita Bianca a tiracolo, detonando seu coração. O que fazer? Aceitar tudo e partir pra outra ou lutar pelo seu grande amor, mesmo que isso signifique passar por cima de todos os seus princípios? Raquel escolhe a segunda opção e parte para o ataque, contando com a ajuda inesperada de Eric e de seus dois melhores amigos, Ian e Gabriela.

Como se não fosse o bastante, ela ainda é uma verdadeira fraude na sua vida virtual. Famosa online por postar na Internet diversas lições que ensinam as mulheres a se desapegarem de amores assim como o que ela própria sente, Raquel faz exatamente o contrário do que prega. Mas só quem já se apaixonou platonicamente sem ser correspondido sabe o quanto é doloroso viver de migalhas. E é justamente isso que acontece com a nossa protagonista! Tá vendo o tamanho da barra que Raquel tem que enfrentar durante a trama?

“Ser feliz requer esforço, já que a alegria muitas vezes está fora da nossa zona de conforto. (…) Se apegar não é o problema. É bom contar com a proteção e a sensação de segurança que algumas coisas nos dão. A questão, querida, é se apegar a algo sem sentido só por rotina.”

O que achei:

“Super Desapegada” é aquele tipo de livro que fisga por um motivo óbvio: ele é engraçadinho e romântico na medida certa, te deixa com o coração quentinho e o sorriso bobo de quem acabou de assistir um filminho na Sessão da Tarde! O enredo lembra muito “O Casamento do Meu Melhor Amigo” e traz vários clichês típicos de comédias românticas, mas que funcionaram do jeito certo.

Ele é escrito em terceira pessoa, mas foca em um personagem de cada vez, o que garantiu que soubéssemos o que cada um estava sentindo e dá uma sensação muito legal de não sermos imparciais no julgamento de nenhum deles, inclusive de Raquel. Eu, ao menos, em nenhum momento consegui achá-la boba, ruim ou infantil, mesmo sabendo que os movimentos que ela estava usando para tentar ganhar o jogo não eram lá muito legais.

“As pessoas escolhem demais, eliminando possibilidades, e depois reclamam da vida. Elas não deixam o destino agir. Por isso digo que com tanta gente no mundo, solidão é uma questão de escolha”.

Todos os personagens, sem exceção, são bem trabalhados, mas o meu preferido sem dúvidas foi o LINDO MARAVILHOSO PERFEITO Eric! Pra começar, ele trabalha em uma conceituada empresa de games, é totalmente desprovido de vaidade (embora seja bonito) e ama o universo geek de tecnologia e jogos. Pronto, já me ganhou aí – cheguei a imaginar o Chris Evans nele, rs! Ele também, mesmo “adulto”, continua super implicante com a Raquel, e ela continua respondendo atravessado pra ele como uma criança, o que criou aquele clima de intimidade gostoso de presenciar sem parecer imaturo, sabe?

Até os personagens coadjuvantes são muito amor, vide Ian, que é o maravilhoso amigo gay da Raquel, muitas vezes responsável por dar um tapa de realidade nela, e Gabriela, que tem um jeitinho mais amoroso e meio “mãezona”.

“Só me apaixonei por uma pessoa na minha vida. Uma pessoa, duas vezes.”

A escrita da autora é ótima, bem fluída e divertida. Não me entendiei em nenhum momento. As cenas de romance são de uma doçura tão intensa que não tem como não suspirar… O trabalho de revisão é muito bom, sem erros de pontuação e gramática (que é uma excelente característica da Draco, até onde já pude perceber). Encontrei apenas alguns erros básicos de digitação, mas nada que atrapalhe a leitura.

Infelizmente não tenho como avaliar o aspecto físico do livro, pois o li em e-book. Mas, mesmo assim, o trabalho digital tem uma excelente formatação. Inclusive achei bastante interessante as páginas dedicadas ao blog de Raquel, que tem uma estrutura diferente do restante do livro, como um painel de edição de posts mesmo. Super fofo e criativo! Se você quiser adquirir, no entanto, o livro físico, pode clicar no site da Editora nesse link AQUI.

Só não vou mentir e dizer que não fiquei meio sentida com a opinião de Raquel sobre os nerds, rs! Há um trecho onde ela se utiliza daquela imagem estereotipada do nerd como alguém feio e sem skills sociais (ela não esperava encontrar um nerd bonito). Ou trechos onde Eric que, embora seja lindo e faça parte desse mundo, aparece usando camisetas temáticas com imagens ou frases que fazem referências ao universo geek dos games e filmes. Aí me vem a Raquel detestando as benditas camisetas, descrevendo-as com expressões como ridículas, idiotas, estúpidas etc. Mas isso é detalhe e eu a perdoei, rs.

No geral, gamei MUITO nessa história. É não só um romance sobre o amor, apego e desapego, mas sobre valorizar-se, como pessoa e profissional (vide o diálogo impagável de Raquel com sua chefe).

Embora a própria sinopse já entregue muito da cereja do bolo, o caminho a ser percorrido pra chegar até ela é muito bem desenvolvido. É um livro pra ser lido rapidinho, em no máximo dois dias, e ainda traz, de quebra, uma ótima lição por trás, mesmo que não pareça: às vezes a gente perde tanto tempo perseguindo algo que achamos que é o melhor pra gente, vivendo numa zona de conforto triste por medo de se arriscar no desconhecido, que acabamos não olhando para os lados com os olhos verdadeiramente abertos pra enxergar o mar de possibilidades a nossa volta!

NOTA: 4

E vocês, já leram? O que acharam? Comentem aqui que vou adorar saber!

Beijos e até a próxima!

Continue acompanhando o blog nas redes sociais:

Instagram – Skoob – Twitter – Bloglovin’ – Canal Literamigas

Anúncios

Autor: Andresa Lee

30. Macapaense. Ama livros, jogos, doces, cães, Star Wars, conversas, nerdices e Netflix. Além de blogger literária no UDML, faz parte do canal Literamigas no Booktube.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s