Resenha: A Vida na Porta da Geladeira, de Alice Kuipers

“Sei que você pode não melhorar, mãe – embora seja incrivelmente difícil escrever uma coisa dessas. Eu compreendo a situação e entendo por que tivemos que conversar sobre isso ontem à noite. Seria a coisa mais difícil do mundo, mas não quero que se preocupe comigo. Você me deu força para enfrentar o futuro.”

Olá, pessoal!

Algum tempo atrás estava procurando uma leitura diferente e optei por “A Vida na Porta da Geladeira” (título original: Life on the Refrigerator Door), da Alice Kuipers (Editora Martins Fontes, 2009, 226 páginas). Achei o título bem inusitado e resolvi ler sem saber muito bem o que esperar, apesar do livro ter sido recomendado várias vezes pelas minhas primas. Apenas me surpreendi!

a-vida-na-porta-da-geladeira

Ele conta a história da Claire, de 15 anos, e sua mãe. Ambas têm uma rotina muito atribulada: nos raros momentos em que a mãe está em casa (ela trabalha como obstetra), a filha está na escola, com amigos ou com o namorado.

Resultado: as duas quase não se veem e se comunicam deixando recados na porta da geladeira. Esses recados vão desde cobranças banais até revelações tocantes e contundentes por parte de mãe e filha, durante o penoso tratamento do câncer de mama da mãe, num ano que se revelará decisivo para as duas.

“Não sei aonde o futuro nos levará, mas sei que você ficará bem.”

O que achei:

A sinopse simplesmente dispensa maiores comentários. Sabe quando você pega um livro e, quando percebe, ele já acabou? Foi isso que aconteceu comigo! O li em menos de duas horas porque ansiava por chegar ao final a cada novo bilhete.

Não se trata de uma história extremamente detalhada, por conta da própria estrutura do livro: não existe uma narração, digamos, contínua dos fatos e acontecimentos. Nós vamos entendendo o que acontece à medida que lemos os bilhetes deixados ora por Claire, ora por sua mãe, na porta da geladeira. É uma história bem curta, mas nem por isso deixa de ser intensa. Também podemos ter o gostinho, a cada frase, da personalidade das personagens, e as achei super reais.

Preciso dizer que fiquei extremamente irritada com a Claire. Em muitos momentos, quando a mãe mais precisava dela, ela não estava lá. Nos momentos difíceis, ela ainda tinha coragem de aborrecê-la e agir feito uma menina mimada. Isso me incomodou bastante – mesmo que, depois, ela se arrependa de seus atos impensados. Já a mãe de Claire é um anjo! É calma, serena e gentil, embora com medo da batalha que teria que enfrentar. A achei tão meiga que fiquei com o coração apertado desde o momento em que ela descobriu a doença.

A mensagem do livro é tão forte, verdadeira e carregada de emoção que se torna impossível descrever em palavras o que senti quando terminei de ler (talvez por isso, essa seja a opinião mais curta que já fiz a respeito de um livro). Estava em um local público enquanto lia as últimas páginas e tive de fazer um sacrifício enorme para não chorar, rs.

De uma forma geral, acredito que o livro é uma crítica àquela famosa “falta de tempo” que todos nós afirmamos ter. Às vezes estamos tão preocupados com sabe-se lá o quê que acabamos esquecendo de encontrar tempo para as pessoas (e coisas) que realmente importam. Confesso que esse pensamento me pegou de jeito. Muitas vezes me isolo e deixo de aproveitar a companhia preciosa da minha família, por exemplo.

A Vida na Porta da Geladeira” é um livro-convite, como gosto de rotular. Ele te convida a refletir e a perceber a importância de se viver intensamente, mesmo – e principalmente – naqueles momentos mais conturbados. Super recomendo!

NOTA: 4

Beijos e até a próxima!

Continue acompanhando o blog nas redes sociais:

Instagram – Skoob – Twitter – Bloglovin’ – Canal Literamigas

Anúncios

Autor: Andresa Lee

30. Macapaense. Ama livros, jogos, doces, cães, Star Wars, conversas, nerdices e Netflix. Além de blogger literária no UDML, faz parte do canal Literamigas no Booktube.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s