Resenha: O Milésimo Andar, de Katharine McGee

“Como se diz por aí, quanto mais você vê, menos você conhece.”

Oi, oi, gente!

Já estou quase finalizando as leituras de 2018 e chegou a vez do 19º – e penúltimo – livro que li ano passado: “O Milésimo Andar“, de Katharine McGee, traduzido por Ana Carolina Mesquita e publicado pelo selo Rocco Jovens Leitores (2018, 416 páginas).

O Milésimo Andar 1.jpg

Esse livro foi a bem-sucedida estreia da autora na literatura e trata-se de um romance young adult com doses de distopia, comparado pelos leitores com a série Gossip Girl, porém de forma futurista.

Ele acompanha a vida de cinco jovens da elite de Manhattan em 2118: Leda Cole, Eris Dodd-Radson, Rylin Myers, Watt Bakradi e Avery Fueler, sendo essa última uma das principais, por ser uma garota geneticamente preparada para ser perfeita, que parece ter tudo o que deseja e vive acima de todos, no milésimo andar. Esses jovens residem em uma torre de mil andares que abriga os moradores de uma Nova York radiante, divididos de acordo com a sua posição social, onde os mais ricos ocupam os andares mais altos. Neste cenário, cheio de luxo e altas tecnologias, várias histórias e possibilidades são cruzadas enquanto eles tentam encontrar seu lugar no topo do mundo.

“Talvez isso fosse rezar, pensou, apenas desejar boas coisas para os outros.”

O que achei:

O livro conta a história do ponto de vista de cada um dos cinco jovens citados na sinopse. Assim, cada capítulo é intercalado acompanhando a vida de um deles, em suas diversas classes sociais e estilos de vida diferentes.

Por isso, foi um pouco difícil pra mim, no início, me conectar tanto com eles como com a história em si. São MUITOS personagens pra gente acompanhar, principais e coadjuvantes, e tudo acaba ficando meio confuso, pois TODOS tem importância no enredo e é preciso ficar atento. Além disso, por se passar no futuro, existem algumas tecnologias com nomes diferentes, o que ajuda a diminuir o ritmo da leitura. No entanto, a partir do momento em que a gente se habitua a cada um, o que fazem e quem os cerca, tudo flui muito bem e é impossível largar o livro.

“Era torturante às vezes, lembrar o roçar dos lábios dele, o calor de sua respiração em sua bochecha, a maneira como suas mãos tinham pousado em sua cintura.”

Por serem jovens, a maioria ricos, bonitos e sem limites, muitas intrigas acontecem. Cada um tem uma cruz pra carregar, até mesmo a mais perfeita das garotas. Desenrolar essa trama é o ponto central do livro e não deixou a desejar. Fiquei de boca aberta a cada virar de páginas e consumi os últimos capítulos com o coração apertado.

Temas como uso de drogas, dependência, assassinato, romance, amizade, confiança, homossexualidade, preconceito, sexo, infidelidade, amores platônicos e outros são abordados na trama, porém, embora sejam assuntos que normalmente me incomodem em livros, aqui tudo funcionou direitinho e de maneira intrigante.

Esse é o tipo de livro que quanto menos informação você tem sobre ele melhor, por isso não procurei saber absolutamente nada sobre a história e foi a melhor coisa que fiz! Assim, a gente se surpreende a cada novo capítulo enquanto nosso cérebro vai juntando as peças do quebra-cabeça pedacinho por pedacinho.

“Se ela nunca mais beijasse ninguém, poderia viver da lembrança daquele beijo para o resto de sua vida.”

Não me conectei a nenhum personagem em especial, pois, quando a gente pensa que os conheceu, vem uma enxurrada que muda toda a nossa percepção sobre eles, mas isso não chegou a ser ruim: cada um me cativou de uma forma. É muito interessante acompanhar esse evolução (ou não) de personalidades, onde pessoas aparentemente inocentes são, na verdade, verdadeiros monstros e aqueles mais complicados se mostram anjos. A leitura foi muito agradável e simplesmente não deixa nada a desejar (exceto esse momento inicial em que eu não estava conseguindo avançar, rs).

Pensava ser um livro único, porém se trata de uma trilogia, já disponível completa em inglês. O final termina em aberto com um acontecimento chocante, que nos deixa desesperados pelo próximo livro. Espero que os próximos volumes não demorem a sair aqui no Brasil, pois já quero me reencontrar com os personagens! ❤

“- Às vezes, amor e caos são a mesma coisa (…).”

NOTA: 4

Compre o livro na Amazon: Físico / E-book

Mas e vocês, já conhecem o primeiro livro dessa trilogia de tirar o fôlego? Curtiram?

Beijos e até a próxima!

Continue acompanhando o blog nas redes sociais:

Instagram – Skoob – Twitter – Bloglovin’ – Canal Literamigas

Comprando pelos links da Amazon vocês ajudam o blog a crescer cada vez mais com uma pequena comissão, sem pagar nada a mais por isso!
Anúncios

Autor: Andresa Lee

30. Macapaense. Ama livros, jogos, doces, cães, Star Wars, conversas, nerdices e Netflix. Além de blogger literária no UDML, faz parte do canal Literamigas no Booktube.

4 thoughts

    1. Jura? O que vc esperava? Eu não imaginava que fosse do jeito que é, porém gostei bastante. Quero mto ler a continuação. Não são intrigas bobas; são coisas mais pesadas e algumas me angustiaram. Espero que vc leia um dia!

      Liked by 1 person

      1. Ah, entendi! Confesso que eu tbm, rs! Tem uma boa pitada, pra falar a verdade, pq a tecnologia faz parte do dia a dia dos personagens, aparece basicamente em novas invenções o enredo todo, e tem um deles que trabalha com uma espécie de inteligência artificial super desenvolvida (e foi um dos que mais amei!). Acho que vc vai curtir!

        Liked by 1 person

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s