Sessão Pipoca #7

Oi, oi, gente!

Como vocês estão?

Aqui estão mais quatro filmes assistidos em 2019 – dessa vez, deixei os policiais um pouco de lado, rs! Confiram:

  • Alfa (2018)

Alfa.jpg

Sinopse: Europa, 20.000 anos atrás. Enquanto participa de sua primeira caçada, um rito de passagem para o grupo de elite de sua tribo, um jovem é ferido e deixado para morrer. Ao despertar, ferido e sozinho, ele precisa encontrar meios de sobreviver e se guiar pela natureza dura e implacável. E quando ele relutantemente domina um lobo selvagem que foi abandonado por seu bando, os dois aprendem a confiar um no outro e se tornam aliados improváveis, enfrentando perigos incontáveis e superando todos os desafios para poderem voltar para suas casas antes que um inverno mortal se instale.

O que achei: Que filme maravilhoso, de uma fotografia incrível! A história é bem simples e não tem muita novidade, é relativamente previsível, mas o filme é de uma sensibilidade e delicadeza ímpares, com uma mensagem maravilhosa de perseverança, amizade, respeito e confiança em si mesmo. Amei e chorei, rs. Recomendo!

Onde assisti: Netflix

  • O Quinto Elemento (1997)

O Quinto Elemento

Sinopse: Durante o século XXIII, Korben Dallas (Bruce Willis), um motorista de táxi, precisa encontrar o quinto elemento que é capaz de salvar a Terra de uma terrível ameaça vinda de outra dimensão. Porém, esse ser chamado Leeloo (Milla Jovovich) sabe que precisam encontrar quatro pedras que representam os elementos Terra, Fogo, Ar e Água, para poderem salvar o planeta. Agora Dallas, juntamente com o padre Vito Cornelius (Ian Holm), tentará a todo o custo salvar o planeta e proteger Leeloo.

O que achei: Confesso que não lembrava de ter assistido esse filme antes, mas as minhas recordações da infância eram sombrias, rs. Como eu tava enganada! O filme é um sci-fi bem comédia que não traz quase nada de tensão, exceto o típico clichê da destruição da Terra e a corrida contra o tempo pra “derrotar o inimigo” (embora o vilão seja super fraquinho, o que aparenta ser bem proposital pra dar o toque de graça no roteiro). Pra época, os efeitos e caracterização estão super legais, com um futuro bem colorido e bizarro. No fim das contas, até gostei. Não é uma super produção (falando no sentido de intensidade da história, embora compreenda que, pra época, ele era demais) mas o resultado é satisfatório e divertido, com suas piadinhas pontuais.

Onde assisti: Netflix

  • Coringa (2019)

Coringa 2019.jpg

Sinopse: Gotham City, 1981. Em meio a uma onda de violência e a uma greve dos lixeiros que deixou a cidade imunda, o candidato Thomas Wayne (Brett Cullen) promete limpar a cidade na campanha para ser o novo prefeito. É neste cenário que Arthur Fleck (Joaquin Phoenix) trabalha como palhaço para uma agência de talentos, com um agente social o acompanhando de perto, devido aos seus conhecidos problemas mentais. Após ser demitido, Fleck reage mal à gozação de três homens de Wall Street em pleno metrô. A atitude inicia um movimento popular contra a elite de Gotham City, da qual Thomas Wayne é seu maior representante.

O que achei: Vou estar mentindo se disser que o filme não me chocou. Eu não estava esperando nada desse enredo, pois fui sem expectativas e sequer li qualquer coisa a respeito do filme antes de assistir. Resultado: me surpreendi bastante. Não é exatamente um filme que “me marcou” como uma grande obra prima, contrariando todos os comentários que já vi por aí. Embora eu tenha ficado “com pena” do personagem por saber que muito do que ele se tornou veio de uma série de acontecimentos negativos da sua infância até a vida adulta, um lado meu não se convence com essa questão de “a sociedade me fez assim” como desculpa pra sair por aí matando todo mundo, mas posso estar errada, obviamente ~ ao mesmo tempo que penso isso, sei que não posso opinar sobre por nunca ter passado por situação semelhante, a ponto de o ódio transformar minha humanidade. Acho que o filme minimiza e romantiza esse tipo de situação, como se todo psicopata fosse passível de ser perdoado ~ mas será que não o são? Não sei. Fora que o enredo trata a polícia com um descaso tremendo, o que me incomodou bastante. Apesar de tudo, é excelente pra levantar boas discussões. O que foi aquele romance, gente? Acho que, de tudo, aquilo foi o que mais me partiu o coração… Não me julguem pela opinião, pois aceito explicações diferentes, rs.

Onde assisti: Cinema

  • Resgate do Coração (2019)

Resgate do Coração.jpg

Sinopse: Uma mulher (Kristin Davis) é largada pelo marido meros dias antes de uma viagem que os dois tinham programado para a África. Decidindo ir de qualquer jeito, ela reencontra o amor com um ambientalista (Rob Lowe).

O que achei: Não sei se eu ando muito emotiva, mas como gostei e me emocionei com esse filme! É um romance clichêzinho, mas o grande diferencial está na ambientação e no papel de destaque dos elefantes ~ e acho que aí residiu minha fraqueza, pela inclinação às causas animais. No início, achei a atuação da Kristin Davis muito forçada e até amadora (quase não consegui enxergar aquela personagem de Sex and the City), mas depois imaginei que o propósito era esse, de ela ser bem inocente e animada com tudo pela vida que levava quando era casada. Amei a química do casal (principalmente por retratar um romance mais maduro, yay!), o fato do filho não ter vergonha do carinho da mãe e dos cenários lindos! Além disso, a mensagem é ótima e muito válida, de não se deixar anular pelos outros e ser dono do seu próprio caminho. Recomendo pra quem ama romances com boas lições!

Onde assisti: Netflix

E aí, vocês já viram algum desses filmes? Comentem aqui e me indiquem filmes também que vou amar ver e dividir minha opinião com vocês! Ah, eu sempre falo sobre meus assistidos no Filmow!

Um grande beijo a todos e até a próxima!

Continue acompanhando o blog nas redes sociais:

Instagram – Facebook – Skoob – Twitter – Bloglovin’ – Canal Literamigas

Autor: Andresa Lee

30. Macapaense. Ama livros, jogos, doces, cães, Star Wars, conversas, nerdices e Netflix. Além de blogger literária no UDML, faz parte do canal Literamigas no Booktube.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s